Democracia, significante vazio: Disputas discursivas entre populismos à direita e à esquerda

Democracy, an empty signifier: Discursive disputes between rightist and leftist populism

Autores/as

  • Patrícia Guimarães Gil
  • Yasmin Silva Marcondes

Palabras clave:

Populismo, Hegemonia, Mediatização

Resumen

O artigo retrata estudo comparativo de 864 publicações de textos nos jornais Folha de S.Paulo (Brasil) e Clarín (Argentina) no período de dois meses de intensa expectativa pele início da vacinação contra Covid-19. Com o objetivo de identificar
articulações discursivas sobre o sentido mediatizado de democracia em um grave contexto de crise, a investigação fundamentou-se na teoria do discurso de Ernesto Laclau e Chantal Mouffe. Os resultados permitem apontar a sedimentação de demandas no noticiário de dois dos maiores veículos jornalísticos de seus respectivos países – marcados por populismos de direita e esquerda. Na perspectiva teórica adotada, reivindicações populares não respondidas pelas elites políticas podem se sedimentar e favorecer a emergência de novos movimentos hegemônicos.

Descargas

Publicado

2023-02-28

Número

Sección

GT 3: Comunicación Política y Medios / Comunicação Política e Mídia